Ferramentas para Subir o nível de um departamento de Suporte Técnico e Administração de Redes – Inventário da Rede – OCS Inventory NG – Instalação do Cliente

Com o servidor instalado, e com tudo funcionando. Chega a hora de colocar os desktops e servidores de nossa rede comunicando-se com o nosso servidor. Para isso siga os passos abaixo:

Para máquinas Windows:

Faça o download do agente de comunicação no link abaixo:

http://launchpad.net/ocsinventory-windows-agent/2.0/2.0rc4/+download/OCSNG-Windows-Agent-2.0RC4.zip

Estraia o arquivo executável do ZIP e execute o arquivo OCS-NG-Windows-Agent-Setup.exe, e depois clique em Next:

Aceite os termos de licença de uso do software e clique em I Agree:

Selecione os componentes para serem instalados, no nosso caso, os que estão selecionados são suficientes e depois clique em Next:

Na próxima tela, preencha o campo Server URL com o endereço do seu servidor, usando o IP que o mesmo está usando, da seguinte maneira:

http://<ip_do_servidor>/ocsinventory  (*sem os <>)

Na próxima tela, só preencha se você for passar por um proxy para chegar ao servidor, caso não, deixe em branco e clique em Next:

Nessa tela marque a opção Immediatly launch inventory (=/NOW) e clique em Next:

Selecione o destino onde o software deve ser instalado, ou deixe no lugar padrão e clique em Install:

Aguarde o término da Instalação:

Para finalizar, clique em Finish:

No Linux (Debian, Ubuntu ou derivados):

Digite o seguinte comando, como root, ou usando o sudo, para instalar o agente de comunicação:

apt-get install ocsinventory-agent

Selecione o método que o agente vai funcionar, no nosso caso, selecione http e tecle enter:


A seguinte tela aparecerá para que você preencha com o endereço do servidor, então preencha da seguinte maneira:

http://<ip_do_servidor>/ocsinventory  (*sem os <>)


Após o término da instalação, digite o seguinte comando, como root, ou usando o sudo, para enviar as informações para o servidor do OCS Inventory:

ocsinventory-agent

Se tudo ocorrer bem, quando logar no sistema no navegador, ele exibirá a seguinte informação:

Ao clicar no número das máquinas inventariadas hoje, a listagem das máquinas que você instalou o agente irá aparecer:

E clicando no nome do desktop ou servidor, ele mostrará o detalhamento do inventário do computador:

Agora temos o nosso sistema de inventários pronto e alimentado. Boa sorte!

Ferramentas para Subir o nível de um departamento de Suporte Técnico e Administração de Redes – Inventário da Rede – OCS Inventory NG – Servidor

Você conhece todos os dispositivos conectados à sua rede de TI?
Você sabe qual software ou componente de hardware está instalado em um computador?
Você é capaz de implantar programas ou scripts de configuração em seus computadores?

Não? Então, a Open Computer and Software Inventory Next Generation (OCS Inventory NG), o inventário de código aberto e sistema de implantação automático, é feito para você!

Com ele você consegue extrair informações dos desktops e servidores de sua rede e armazena-las de maneira que facilite a sua consulta no futuro.

Montando o Servidor:

Abra um terminal como ROOT, ou então digite  o comando su no terminal para passar a ser root, e instale as dependências abaixo para podermos instalar o serviço OCS Inventory com o seguinte comando:

apt-get install make apache2 apache2-doc mysql-server php5 libapache2-mod-php5 php5-mysql php5-gd perl libapache2-mod-perl2 libxml-simple-perl libcompress-zlib-perl libdbi-perl libapache-dbi-perl libdbd-mysql-perl libapache-dbi-perl libnet-ip-perl libsoap-lite-perl libnet-ip-perl libsoap-lite-perl libc6-dev

Será pedido o cadastro da senha de root para o Banco de Dados MySQL, digite uma senha e depois confirme, conforme abaixo:

Após o término da instalação, faça o download do pacote de instalação do OSC Inventory com o seguinte comando:

wget http://launchpad.net/ocsinventory-server/stable-2.0/2.0rc4/+download/OCSNG_UNIX_SERVER-2.0rc4.tar.gz

Caso o download não esteja disponível com o comando acima, acesso o site do desenvolvedor do sistema e verifique a ultima versão para o download:

http://www.ocsinventory-ng.org/index.php?page=downloads

Após o termino do download, descompacte o arquivo com o seguinte comando:

tar -xvzf OCSNG_UNIX_SERVER-2.0rc4.tar.gz

E acesse o diretório criado:

cd OCSNG_UNIX_SERVER-2.0rc4

Após isso, rode o comando abaixo para iniciar a instalação do sistema:

sh setup.sh

Todas as entradas a seguir, é só confirmar com as configurações padrões, caso queira mudar algo, fica a seu critério, mas para o sistema Debian, as opções default funcionaram com êxito, segue informações:

+———————————————————-+
|                                                          |
| Welcome to OCS Inventory NG Management server setup !    |
|                                                          |
+———————————————————-+

Trying to determine whitch OS or Linux distribution you use
+———————————————————-+
| Checking for Apache web server binaries !                |
+———————————————————-+

CAUTION: If upgrading Communication server from OCS Inventory NG 1.0 RC2 and
previous, please remove any Apache configuration for Communication Server!

Do you wish to continue ([y]/n)?y
Assuming Communication server 1.0 RC2 or previous is not installed
on this computer.

Starting OCS Inventory NG Management server setup from folder /home/user/OCSNG_UNIX_SERVER-2.0rc4
Storing log in file /home/user/OCSNG_UNIX_SERVER-2.0rc4/ocs_server_setup.log

+———————————————————-+
| Checking for database server properties…               |
+———————————————————-+

Your MySQL client seems to be part of MySQL version 5.1.
Your computer seems to be running MySQL 4.1 or higher, good 😉

Which host is running database server [localhost] ?
OK, database server is running on host localhost 😉

On which port is running database server [3306] ?
OK, database server is running on port 3306 😉

+———————————————————-+
| Checking for Apache web server daemon…                 |
+———————————————————-+

Where is Apache daemon binary [/usr/sbin/apache2] ?
OK, using Apache daemon /usr/sbin/apache2 😉

+———————————————————-+
| Checking for Apache main configuration file…           |
+———————————————————-+

Where is Apache main configuration file [/etc/apache2/apache2.conf] ?
OK, using Apache main configuration file /etc/apache2/apache2.conf 😉

+———————————————————-+
| Checking for Apache user account…                      |
+———————————————————-+

Which user account is running Apache web server [www-data] ?
OK, Apache is running under user account www-data 😉

+———————————————————-+
| Checking for Apache group…                             |
+———————————————————-+

Which user group is running Apache web server [www-data] ?
OK, Apache is running under users group www-data 😉

+———————————————————-+
| Checking for Apache Include configuration directory…   |
+———————————————————-+

Setup found Apache Include configuration directory in
/etc/apache2/conf.d/.
Setup will put OCS Inventory NG Apache configuration in this directory.
Where is Apache Include configuration directory [/etc/apache2/conf.d/] ?
OK, Apache Include configuration directory /etc/apache2/conf.d/ found 😉

+———————————————————-+
| Checking for PERL Interpreter…                         |
+———————————————————-+

Found PERL Intrepreter at </usr/bin/perl> 😉
Where is PERL Intrepreter binary [/usr/bin/perl] ?
OK, using PERL Intrepreter /usr/bin/perl 😉

Do you wish to setup Communication server on this computer ([y]/n)?

+———————————————————-+
| Checking for Make utility…                             |
+———————————————————-+

OK, Make utility found at </usr/bin/make> 😉

+———————————————————-+
| Checking for Apache mod_perl version…                  |
+———————————————————-+

Checking for Apache mod_perl version 1.99_22 or higher
Found that mod_perl version 1.99_22 or higher is available.
OK, Apache is using mod_perl version 1.99_22 or higher 😉

+———————————————————-+
| Checking for Communication server log directory…       |
+———————————————————-+

Communication server can create detailled logs. This logs can be enabled
by setting interger value of LOGLEVEL to 1 in Administration console
menu Configuration.
Where to put Communication server log directory [/var/log/ocsinventory-server] ?
OK, Communication server will put logs into directory /var/log/ocsinventory-server 😉

+———————————————————-+
| Checking for required Perl Modules…                    |
+———————————————————-+

Checking for DBI PERL module…
Found that PERL module DBI is available.
Checking for Apache::DBI PERL module…
Found that PERL module Apache::DBI is available.
Checking for DBD::mysql PERL module…
Found that PERL module DBD::mysql is available.
Checking for Compress::Zlib PERL module…
Found that PERL module Compress::Zlib is available.
Checking for XML::Simple PERL module…
Found that PERL module XML::Simple is available.
Checking for Net::IP PERL module…
Found that PERL module Net::IP is available.

+———————————————————-+
| Checking for optional Perl Modules…                    |
+———————————————————-+

Checking for SOAP::Lite PERL module…
Found that PERL module SOAP::Lite is available.
Checking for XML::Entities PERL module…
*** Warning: PERL module XML::Entities is not installed !
This module is only required by OCS Inventory NG SOAP Web Service.
Do you wish to continue ([y]/n] ?

+———————————————————-+
| OK, looks good 😉                                       |
|                                                          |
| Configuring Communication server Perl modules…         |
+———————————————————-+

Checking if your kit is complete…
Looks good
Writing Makefile for Apache::Ocsinventory

+———————————————————-+
| OK, looks good 😉                                       |
|                                                          |
| Preparing Communication server Perl modules…           |
+———————————————————-+

+———————————————————-+
| OK, prepare finshed 😉                                  |
|                                                          |
| Installing Communication server Perl modules…          |
+———————————————————-+

+———————————————————-+
| OK, Communication server Perl modules install finished;-)|
|                                                          |
| Creating Communication server log directory…           |
+———————————————————-+

Creating Communication server log directory /var/log/ocsinventory-server.

Fixing Communication server log directory files permissions.
Configuring logrotate for Communication server.
Removing old communication server logrotate file /etc/logrotate.d/ocsinventory-NG
Writing communication server logrotate to file /etc/logrotate.d/ocsinventory-server

+———————————————————-+
| OK, Communication server log directory created 😉       |
|                                                          |
| Now configuring Apache web server…                     |
+———————————————————-+

To ensure Apache loads mod_perl before OCS Inventory NG Communication Server,
Setup can name Communication Server Apache configuration file
‘z-ocsinventory-server.conf’ instead of ‘ocsinventory-server.conf’.
Do you allow Setup renaming Communication Server Apache configuration file
to ‘z-ocsinventory-server.conf’ ([y]/n) ?
OK, using ‘z-ocsinventory-server.conf’ as Communication Server Apache configuration file
Removing old communication server configuration to file /etc/apache2/conf.d//ocsinventory.conf
Writing communication server configuration to file /etc/apache2/conf.d//z-ocsinventory-server.conf

+———————————————————-+
| OK, Communication server setup sucessfully finished 😉  |
|                                                          |
| Please, review /etc/apache2/conf.d//z-ocsinventory-server.conf
| to ensure all is good. Then restart Apache daemon.       |
+———————————————————-+

Do you wish to setup Administration Server (Web Administration Console)
on this computer ([y]/n)?

+———————————————————-+
| Checking for Administration Server directories…        |
+———————————————————-+

CAUTION: Setup now install files in accordance with Filesystem Hierarchy
Standard. So, no file is installed under Apache root document directory
(Refer to Apache configuration files to locate it).
If you’re upgrading from OCS Inventory NG Server 1.01 and previous, YOU
MUST REMOVE (or move) directories ‘ocsreports’ and ‘download’ from Apache
root document directory.
If you choose to move directory, YOU MUST MOVE ‘download’ directory to
Administration Server writable/cache directory (by default
/var/lib/ocsinventory-reports), especialy if you use deployement feature.

Do you wish to continue ([y]/n)?
Assuming directories ‘ocsreports’ and ‘download’ removed from
Apache root document directory.

Where to copy Administration Server static files for PHP Web Console
[/usr/share/ocsinventory-reports] ?
OK, using directory /usr/share/ocsinventory-reports to install static files 😉
Where to create writable/cache directories for deployement packages,
IPDiscover and SNMP [/var/lib/ocsinventory-reports] ?
OK, writable/cache directory is /var/lib/ocsinventory-reports 😉

+———————————————————-+
| Checking for required Perl Modules…                    |
+———————————————————-+

Checking for DBI PERL module…
Found that PERL module DBI is available.
Checking for DBD::mysql PERL module…
Found that PERL module DBD::mysql is available.
Checking for XML::Simple PERL module…
Found that PERL module XML::Simple is available.
Checking for Net::IP PERL module…
Found that PERL module Net::IP is available.

+———————————————————-+
| Installing files for Administration server…            |
+———————————————————-+

Creating PHP directory /usr/share/ocsinventory-reports/ocsreports.
Copying PHP files to /usr/share/ocsinventory-reports/ocsreports.
Fixing permissions on directory /usr/share/ocsinventory-reports/ocsreports.
Creating database configuration file /usr/share/ocsinventory-reports/ocsreports/dbconfig.inc.php.
Creating IPDiscover directory /var/lib/ocsinventory-reports/ipd.
Fixing permissions on directory /var/lib/ocsinventory-reports/ipd.
Creating packages directory /var/lib/ocsinventory-reports/download.
Fixing permissions on directory /var/lib/ocsinventory-reports/download.
Creating packages directory /var/lib/ocsinventory-reports/snmp.
Fixing permissions on directory /var/lib/ocsinventory-reports/snmp.
Configuring snmp_com.txt file
Configuring IPDISCOVER-UTIL Perl script.
Installing IPDISCOVER-UTIL Perl script.
Fixing permissions on IPDISCOVER-UTIL Perl script.
Writing Administration server configuration to file /etc/apache2/conf.d//ocsinventory-reports.conf

+———————————————————-+
| OK, Administration server installation finished 😉      |
|                                                          |
| Please, review /etc/apache2/conf.d//ocsinventory-reports.conf
| to ensure all is good and restart Apache daemon.         |
|                                                          |
| Then, point your browser to http://server//ocsreports
| to configure database server and create/update schema.   |
+———————————————————-+

Setup has created a log file /home/user/OCSNG_UNIX_SERVER-2.0rc4/ocs_server_setup.log. Please, save this file.
If you encounter error while running OCS Inventory NG Management server,
we can ask you to show us his content !

DON’T FORGET TO RESTART APACHE DAEMON !

Enjoy OCS Inventory NG 😉

Após o término da Instalação, execute o seguinte comando para reiniciar o Apache 2:

/etc/init.d/apache2 restart

Depois que reiniciar o Apache, se estiver na mesma máquina que o sistema está instalado acesse o seguinte endereço no navegador: http://localhost/ocsreports ou se for acessar de outra máquina : http://<ip_do_servidor>/ocsreports.

Ao acessar o endereço do sistema, a seguinte tela aparecerá:



Preencha com o usuário e senha root criado no servidor e com o nome do servidor conforme abaixo:

Usuário do MySQL: root

Senha do Usuário do MySQL: *******

Name of Database: ocsweb

Hostname do servidor MySQL: localhost

E clique no botão Envio.

Se tudo ocorrer bem, a seguinte tela será apresentada:

Se nenhum erro ocorrer você já poderá acessar o sistema, se estiver na mesma máquina que o sistema está instalado acesse o seguinte endereço no navegador: http://localhost/ocsreports ou se for acessar de outra máquina : http://<ip_do_servidor>/ocsreports e a seguinte tela irá aparecer:

E então logue com o seguinte usuário e senha:

Usuário: Admin

Senha: Admin

Pronto! Seu sistema de Inventário está instalado no servidor. No próximo post, ensinarei como instalar o client de comunicação para obter as informações dos desktops.


Esses procedimentos server tanto para distribuições baseadas em Debian ou em Ubuntu (que também é baseado em debian), para as demais distribuições, dê uma olhada nesses HOW TO’s do site do desenvolvedor:

http://wiki.ocsinventory-ng.org/index.php/Howtos:Main


Coisas que todos devem saber sobre os profissionais de TI

1 – Profissional de TI dorme. Pode parecer mentira, mas profissional de TI precisa dormir como qualquer outra pessoa. Esqueça que ele tem celular e telefone em casa, ligue só para o escritório.

2 – Profissional de TI come. Parece inacreditável, mas é verdade. Profissional de TI, também, precisa se alimentar e tem hora para isso.

3 – Profissional de TI pode ter família. Essa é a mais incrível de todas: mesmo sendo um profissional de TI, a pessoa precisa descansar. No final de semana para poder dar atenção à família, aos amigos e a si próprio

4 – Profissional de TI, como qualquer cidadão, precisa de dinheiro. Por essa você não esperava né? É surpreendente, mas PROFISSIONAL DE TI também paga impostos, compra comida, precisa de combústivel, roupas e sapatos, e ainda consome leoxotan para conseguir relaxar…

5 – Ler, estudar também é trabalho. E trabalho sério. Pode para de rir. Não é piada.

6 – De uma vez por todas, vale reforçar: Profissional de TI não é vidente, não joga tarô e nem tem bola de cristal. Ele precisa planejar, consultar fornecedores, fazer visita técnica… para poder maturar as propostas e superar as expectativas. Se você quer um milagre, tente uma macumba e deixe o pobre do Profissional de TI em paz.

7 – Em reuniões de amigos ou festas de família, o Profissional de TI deixa de ser Profissional de TI e reassume seu posto de amigo ou parente, exatamente como era antes dele ingressar nesta profissão. Não peça conselhos, dicas…. ele tem direito de se divertir.

8 – Não existe, apenas, um upgradezinho – qualquer upgrade é um projeto, requer atenção, dedicação, precisa ser pensado, estudado, analisado e, é claro, cobrado. Esses tópicos podem parecer inconcebíveis a uma boa parte da população mas servem para tornar a vida do Profissional de TI mais suportável.

9 – Quanto ao uso do celular: celular é ferramenta de trabalho. Por favor, ligue apenas, quando necessário. Fora do horário de expediente, mesmo que você, ainda, duvide, o profissional de TI pode estar fazendo algumas coisas que você nem pensou que ele fazia, como dormir ou namorar, por exemplo.

10 – Pedir o mesmo orçamento 15 vezes não vai mudar a resposta. Por favor, peça no máximo três.

11 – Quando o horário de trabalho do período da manhã vai até 12h, não significa que você pode ligar às 11h55. Se você pretendia cometer esta gafe, vá ligue depois do almoço. O mesmo vale para a parte da tarde: ligue no dia seguinte.

12 – Quando o Profissional de TI estiver apresentando um projeto, por favor, não fique bombardeando com milhares de perguntas durante o atendimento. Isso tira a concentração, além de torrar a paciência. Atenção: Evite perguntas que não tenham relação como o projeto.

13 – O Profissional de TI não inventa os preços e nem ganha comissão sobre os equipamentos comprados. Por isso, não pechinche! Lembrete: cara feia na hora de assinar o cheque não diminui o que você tem que pagar. Se queria pagar menos, deveria ter feito você mesmo.

14 – Os Profissionais de TI não são os criadores do ditado “o barato sai caro!”

15 – E, finalmente, Profissional de TI, também, é filho de Deus e não filho disso que você pensou….

**************************************************************

O escritor desses pensamentos não foi encontrado, mas creio que muitos já pensaram isso muitas vezes…

Ferramentas para Subir o nível de um departamento de Suporte Técnico e Administração de Redes – Montando um Servidor Multi-Uso

Para hospedar diversos serviços e ferramentas de suporte e Adm. de Redes, temos que ter um servidor que nos dê amplas possibilidades, e que ao mesmo tempo, consiga gerenciar diversos serviços ao mesmo tempo, pois não é sempre que temos diversas máquinas/servidores a nossa disposição, então para isso, a distribuição escolhida foi o Debian 5.0 (http://www.debian.org/).

DebianDebian

Para o nosso exemplo vamos usar uma máquina com acesso a internet, e com um disco rígido básico. A configuração de hardware dessa máquina não vai ser abordada pois não é o foco do post, mas a medida que agregamos serviços ao nosso “servidor”, mais hardware ele exigirá . Ao invés de pegarmos uma imagem do CD completa de 650MB, você pode baixar apenas um arquivo de imagem do CD que contém o essencial para instalar todos os demais sofwares que precisaremos via internet. Essa imagem possue aproximadamente 180 MB que o torna ideal para gravação em mídias CD-RW e por ser pequena, o download dela é mais rápido, e pode ser encontrado nesse link.

Após o seu  download, você deve gravar a imagem em um CD-R, CD-RW ou até em um DVD. Com a imagem gravada, dê o boot, pelo CD em seu computador, e será apresentada uma tela como essa para após o carregamento:

Boot Debian

Nessa tela, selecione a opção “Graphical Install” para que carregue uma tela amigável para instalação do nosso servidor. Após essa seleção, ele carregará a tela a seguir:

Seleção de Idioma

Seleção de Idioma

Nessa tela você selecionará o idioma em que o Debian deve ser instalado, no nosso caso em Português do Brasil, e depois disso em continue.

Seleção de País

Seleção de País

Selecione o país que você está, ele já sugere o país subentendendo que você está no Brasil por causa do idioma escolhido, caso esteja em Portugal ou em outro país, basta selecionar, e depois clicar em “Continuar”.

Seleção de Layout de Teclado

Seleção de Layout de Teclado

Com base no país e idioma ele indica um Layout de Teclado, selecione o seu layout, e então clique em continuar.

Carregamento de componentes

Carregamento de componentes

Nessa parte, ele carregará os componentes necessários para prosseguir com a instalação, aguarde a próxima tela.

Configuração de Rede - Nome do Servidor

Configuração de Rede - Nome do Servidor

Nessa parte inicia a configuração de rede do nosso servidor, nessa parte você deve dar um nome para o servidor, no meu caso coloquei “debian-server”, você pode dar o nome que desejar e depois clique em continuar.

Configuração de Domínio ou Grupo de Trabalho

Configuração de Domínio ou Grupo de Trabalho

Agora você deve digitar o nome de domínio da sua rede, ou o grupo de trabalho dela, se não souber, deixe o que está sendo sugerido e clique em continuar.

Configuração de relógio - Cidade para fuso horário

Configuração de relógio - Cidade para fuso horário

Nessa tela você configura a cidade que você está para ajustar o fuso horário, selecione a sua cidade e depois clique em continuar.

Particionamento de Discos

Particionamento de Discos

Nessa tela você vai dizer como deverá ser o particionamento de discos, nessa parte é onde o sistema irá iniciar a instalação, ele apagará todos os dados do HD, caso entenda um pouco de particionamento, e tenha uma partição disponível, selecione a mesma para a instalação, ou se puder usar todo o disco da máquina, selecione a opção “Assistido – Usar o disco inteiro”, e depois clique em continuar.

Seleção do disco que deve ser particionado

Seleção do disco que deve ser particionado

Caso possua mais de um disco, serão mostrados nessa tela, para selecionar em qual disco a instalação deve ocorrer, ou apenas o único disco do servidor, e depois clique em continuar.

Tipo de particionamento

Tipo de particionamento

Nessa tela você deve selecionar o tipo de particionamento, pois o mesmo pode ocorrer de maneiras diferentes, onde você pode reservar uma quantidade de disco para cada pasta, como o diretório Home, que é onde fica os perfis dos usuário, o VAR, e USR, que são onde ficam os arquivos de instalação dos softwares, bibliotecas, e configurações, mas no nosso caso, deixaremos tudo em uma única partição para não precisarmos nos preocupar com isso nesse momento, então selecione “Todos os arquivos em uma única partição (para iniciantes), e clique em continuar.

Resumo do particionamento

Resumo do particionamento

Nessa tela será mostrado como ficou o particionamento, para que você confirme ou modifique alguma coisa, no nosso caso, selecione “Finalizar o particionamento e escrever as mudanças no disco”, e clique em Continuar.

Confirmação das alterações de particionamento

Confirmação das alterações de particionamento

Nessa tela será mostrado o que será realizado no seu disco, apenas para confirmar e alertará que a partir daqui todos os dados do disco, ou da partição serão destruídos, para que o Debian seja instalado no seu servidor, se estiver tudo certo, e ter certeza que tudo pode ocorrer, clique em, continuar.

Instalação do Sistema Básico

Instalação do Sistema Básico

Agora inicia-se a instalação do sistema básico, onde o Debian escreverá o particionamento no seu disco/partição, e copiará os arquivos do sistema básico para que o Debian funcione, aguarde o carregamento dessa tela.

Configuração do usuário ROOT

Configuração do usuário ROOT

O Debian, precisa de um usuário administrativo do sistema, nesse caso, ele é chamado de ROOT, esse usuário e capaz de fazer qualquer alteração no sistema, e até acabar com o mesmo, então coloque nele uma senha segura só para que pessoas de confiança possam te-la para que o seu sistema não seja danificado. Após colocar a senha, clique em continuar.

Criação de um usuário - nome completo

Criação de um usuário - nome completo

Além do usuário Root, o Debian sugere a criação, por segurança do sistema, de mais um usuário, nessa tela cadastre o nome completo do novo usuário e clique em continuar.

Criação de um usuário - usuário

Criação de um usuário - usuário

Agora cadastre o usuário e clique em continuar.

Cadastro da Senha

Cadastro da Senha

Agora cadastre a senha e confirme para o usuário criado.

Seleção de Repositórios

Seleção de Repositórios

O Debian possui uma forma muito interessante de instalação de aplicativos, onde ele acessa os repositórios onde estão esses arquivos de instalação, faz o download dos programas e suas dependências, e instala no seu servidor, então, nesse ponto da instalação selecionamos de onde o download deve ser feito, nessa primeira tela selecionamos o país, no meu caso o Brasil, e depois clicamos em continuar.

Seleção de Espelhos de repositórioq

Seleção de Espelhos de repositório

Agora você seleciona de qual espelho de repositórios do país escolhido, o Debian deve baixar os programas, no nosso caso escolhi o default, mas fica a seu critério, e depois clique em Continuar.

Configuração de Proxy

Configuração de Proxy

Caso para acessar a internet, você use um proxy, configure ele neste ponto, onde você deve fornecer a url de acesso completo, conforme indicado na figura, se não usa proxy, então clique apenas em Continuar.

Leitura de espelhos

Leitura de espelhos

Nesse ponto aguarde que será lida a lista de programas do espelho selecionado para que possa ser escolhido posteriormente na instalação de programas.

Download de pacotes básicos

Download de pacotes básicos

Aguarde o download dos pacotes básicos do sistema.

Utilização de Pacotes

Utilização de Pacotes

Caso você queira enviar estatísticas para o concurso de utilização, você pode permitir que os pacotes baixados pela sua distribuição sejam informados anonimamente aos desenvolvedores do Debian, caso contrário clique em não e depois em continuar.

Seleção de Softwares

Seleção de Softwares

Nessa tela você deve escolher os softwares que devem ser instalados no seu servidor, no nosso caso, montaremos um servidor básico e funcional para depois instalarmos os demais programas/softwares para administração de rede e suporte de nossa rede, então, nesse primeiro momento, selecionaremos apenas “Ambiente de Desktop” e “Sistema Básico”. Estou escolhendo o Ambiente de Desktop também, para que possa usar seu servidor também como estação de trabalho, onde ele instalará o gerenciador de janelas, nessa distribuição será o Gnome. Após selecionar os pacotes, clique em continuar.

Download e Instalação dos programas

Download e Instalação dos programas

Aguarde agora o download e instalação dos programas selecionados, essa etapa pode demorar um tempo, dependendo da sua conexão.

Gerenciado de Boot - Grub

Gerenciado de Boot - Grub

Nesse ponto você seleciona o gerenciador de boot padrão para o seu sistema, no nosso caso o grub deve ser esse gerenciado, então deixa a opção “Sim” selecionada e clique em continuar.

Finalizar Instalação

Finalizar Instalação

Nossa instalação chegou ao fim, provavelmente, a gaveta do seu CD-Rom irá abrir, retire o CD e clique em continuar, pois seu sistema ira reiniciar.

Boas Vindas Debian

Boas Vindas Debian

Se tudo ocorreu bem, essa será a tela que será apresentada pra você, basta logar com o usuário que você criou  e pronto, estará com o seu servidor Debian pronto para receber seus aplicativos.

Aguarde nos próximos posts colocaremos os softwares que ajudarão na sua administração de redes, e no suporte aos usuários.

Ferramentas para Subir o nível de um departamento de Suporte Técnico e Administração de Redes

Suporte / Administração de Redes

Suporte / Administração de Redes

Teremos agora uma série de artigos demonstrando como montar um ambiente para suporte técnico e administração de rede para empresas, todas as ferramentas que um bom profissional precisa para conseguir uma informação rápida do que está acontecendo em sua rede, e poder atender de forma rápida todos os seus usuários.

Recuperar Senha do Administrador no Windows XP / 2003

Essa semana tive um problema em um cliente onde, ao retirar o servidor do domínio, na documentação da empresa não constava a senha de administrator (o sistema do Windows 2003 era em inglês). Por isso não tínhamos como logar no computador para ingressá-lo novamente no domínio. Pesquisando na internet encontrei vários tutoriais interessantes, mas vou demonstrar a maneira que julguei mais prática e rápida, onde apenas com um live CD (o live CD que usei em questão foi do Ubuntu 7.10 “Gutsy Gibbon”), você consegue recuperar a senha do Administrador ou Administrator do seu sistema:

Gostaria de alertar que os passos abaixo foram testados em alguns ambientes, virtuais e reais, mas não é garantia que funcione em todos os ambientes. Por isso, como eu fiz, faça um backup das informações importantes que você possui no disco antes de realizá-la, caso consiga colocar o disco em outro servidor ou desktop.

PASSO 1

Coloque o Live CD de boot (no meu caso o Ubuntu 7.10) e selecione o idioma e selecione a opção “Testar o Ubuntu sem qualquer mudança no seu computador”.

Selecionar Idioma

Selecionar Idioma

Selecione testar o Ubuntu

Selecione testar o Ubuntu

PASSO 2

Com o sistema carregado, acesse o menu Aplicações –> Acessórios –> Consola, que é o Console, mas na tradução da versão 7.10 ficou como Consola. E digite o comando “$sudo su”, para entrar no modo privilegiado do Ubuntu.

Entrar no Console

Entrar no Console

Comando sudo su

Comando sudo su

PASSO 3

No modo privilegiado digite o seguinte comando para localizar a partição que o Windows está instalado:

#fdisk -l

Fdisk -l

Fdisk -l

Após localizar a partição, crie o diretório onde a partição será montada:

#mkdir /mnt/windows

mkdir /mnt/windows

mkdir /mnt/windows

PASSO 4

Com o diretório criado vamos montar a partição do Windows com o NTFS-3G que nos permite montar partições Windows NTFS em modo escrita sem grandes problemas. Segue sintaxe do comando:

#ntfs-3g /dev/sda1 /mnt/windows

Após esse comando a partição será montada no diretório /mnt/windows, mas em alguns casos, a partição NTFS do Windows fica assinalada como em uso, e o NTFS-3G não monta a partição por segurança e exibe a seguinte mensagem:

Mensagem NTFS-3G

Mensagem NTFS-3G

Como podemos ver ele já sugere que forcemos a montagem da partição, e é isso que faremos com o seguinte comando:
#mount -t ntfs-3g /dev/sda1 /mnt/windows -o force

Forçar montagem da partição

Forçar montagem da partição

Agora vamos até o diretório onde estão os arquivos necessários para a recuperação da senha do nosso Administrador com o comando:

#cd /mnt/windows/WINDOWS/system32

Diretório Windows/system32

Diretório Windows/system32

PASSO 5

Agora vem o segredo de todo esse procedimento. O Windows possue uma aplicação que visa atender as necessidades visuais, auditivas ou motoras de deficientes e até pessoas com dificuldades nesses sentidos. Essa aplicação é conhecida como Opções de Acessibilidade, e é executada pelo aplicativo sethc.exe. Esse aplicativo, executado na tela de logon, é executado com privilégios administrativos pelo Windows. O que faremos é colocar o cmd.exe (prompt de comandos do Windows) no lugar desse programa sethc.exe, que pode ser carregado com privilégios administrativos na tela de logon do Windows. Segue os comandos, onde faremos um backup do sethc.exe original e copiaremos para o seu lugar o cmd.exe:
#mv sethc.exe sethcbkp.exe

backup sethc.exe

backup sethc.exe

#cp cmd.exe sethc.exe

troca do arquivo sethc.exe para o cmd.exe

troca do arquivo sethc.exe para o cmd.exe

Passo 6

Após isso podemos reiniciar o sistema e carregar o próprio Windows, e na tela de logon, faça o clássico CTRL + ALT + DEL, e na tela de logon, mantenha pressionado o SHIFT até que a tela do prompt de comando apareça (aproximadamente uns 8 segundos):

Carregar o Prompt de Comando

Carregar o Prompt de Comando

Agora clique na tela do prompt de comando e digite o seguinte comando para alterar a senha do usuário Administrador para 1234567890:
net user administrador 1234567890

Alterar senha do Administrador

Alterar senha do Administrador

Após isso minimize o prompt de comando e faça o logon com a nova senha cadastrada:

Logon no Windows com nova senha

Logon no Windows com nova senha

Agora desfrute de seu Windows como a senha recuperada, e para manter a segurança dele volte o backup do arquivo sethc.exe.

Uma pergunta que acaba ficando: “Esse procedimento prova que o Windows é inseguro?” A reposta é que, se você tem acesso físico à um servidor, toda a segurança que ele possue é reduzida, sendo Windows, Linux ou qualquer outro.

Espero que a informação acima apresentada ajude a muitos se livrarem de apuros como um cliente que perdeu a senha do administrador ou uma instalação mal documentada, como foi o meu caso. Agradeço ao Blog Explorando e Aprendendo do Marcos Elias, e o Petri IT Knowledgebase de onde consegui algumas informaçoes para esse procedimento e para escrever esse post.